Vitiligo

O vitiligo se trata de uma doença cutânea que leva a perda da pigmentação da pele de forma gradativa, podendo atingir todo o corpo, o que não é capaz de ser previsto. Esse estado pode afetar até mesmo o interior dos olhos, da boca e da coloração dos fios de cabelo. Todos os tipos de pele são suscetíveis a doença, sendo ela mais perceptível em pele mais escura.

Não é contagiosa e a pessoa nessa condição não possui risco de vida, podendo ter a sua autoestima afetada, o que é um risco para complicações por doenças psicológicas, como a ansiedade e a depressão. Procedimentos estéticos, como a bichectomia, são vistos como saída para ajudar nesse fator, a pessoa busca outras formas de se sentir bem consigo mesma.

O tratamento do vitiligo é capaz de regular e retardar a doença, o que ajuda a harmonizar a pele da pessoa, tendo que obter uma boa aceitação do organismo ao procedimento utilizado. Essa condiçãopode ser advinda de uma série de fatores, como os genéticos e externos; é autoimune e é qualificada pelo surgimento de manchas brancas na pele. Leia mais sobre:

Tipos de vitiligo

Mesmo que não haja a identificação precisa do tipo de vitiligo, a doença pode ser dividida em duas divisões maiores, conheça elas:

Vitiligo localizado

O vitiligo localizado é caracterizado por se limitar atingindo ao menos três partes do corpo, tendo um desenvolvimento acelerado; semanas ou poucos meses, sucedida de um controle. Esse tipo da enfermidade é conhecido como focal, segmentar ou de mucosas. O tipo segmentar é percebido por manchas como faixas, sendo elas unilaterais; somente de um lado do corpo. A focal se trata da subdivisão em que há o aparecimento de manchas em apenas duas ou três partes do corpo, sendo geralmente pés, mãos, pálpebras e axilas, já a de mucosas, se limita apenas aos lábios e região genital. A mais comum dessas subdivisões é a focal.

Vitiligo generalizado

O vitiligo do tipo focal é capaz de se evoluir para o vitiligo generalizado, mesmo não se tratando de algo comum. As manchas que se formam são proporcionais, abordando os mesmos locais e nos dois lados do corpo. Essa divisão da doença pode se desenvolver rapidamente ou vagarosamente, podendo também ser controlada com o tempo.

O vitiligo generalizado possui quatro subdivisões, são elas: acrofacial, vulgar, misto e universal. O tipo vulgar é o mais comum e é caracterizado por manchas harmônicas que se incidem em várias regiões do corpo. O tipo misto é uma combinação dos tipos segmentar e vulgar, o vitiligo universal atinge mais de 70% do corpo e já o tipo acrofacial atinge somente as mãos, pés e a face.

Causas do vitiligo

A motivações do vitiligo são precisamente reconhecidas, a única informação confirmada é que a enfermidade se desenvolve quando as células sintetizadoras de melanina; os melanócitos, param de produzir, ou morrem. A melanina é o pigmento responsável por dá a cor do cabelo, dos olhos e da pele, e é por isso que ocorre a mudança.

Os médicos especialistas ainda não possuem a justificativa para que os melanócitos deixem de estabelecer a sua função, acreditando apenas que o vitiligo seja uma doença autoimune, em que o sistema imunológico ataca e extingue essas células. Estudos identificaram que o vitiligo possui relação com fatores externos; como produtos químicos, exposição frequente ao sol e ocasiões, e herança genética.

Tratamento de Vitiligo

A falta do conhecimento da causa especifica do vitiligo não impede o seu tratamento, são várias as metodologias utilizadas que buscam restabelecer a cor ou a tonalidade da pele. Contudo, as consequências não podem ser previstas e são variáveis. Deve-se ter cuidado quanto ao procedimento escolhido para tratar a doença, uma vez que alguns podem trazer certos efeitos colaterais. Fica a critério da avaliação médica qual o tipo de tratamento e o seu nível requerer.

O tratamento, se bem aceito pelo organismo, pode cessar a doença e até mesmo fazer com que ela regrida e o tom da pele volte ao natural. Além disso, alguns medicamentos colaboram com a melhora da aparência da pele e se utilizados no inicio do tratamento, também são capazes de fazer com que o tom da pele volte a ser como antes. Logo, é necessário seguir o procedimento corretamente e não se precipitar, dependendo do caso o resultado almejado pode demorar meses para ser percebido.

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *