Profissões na área da saúde: 6 carreiras para você escolher!

0
14
profissões na área da saúde

Há muitas profissões na área da saúde diferente. O estudante que pretende seguir nessa linha, pode ter algumas dificuldades em qual escolher, já que são várias carreiras distintas. 

E para te ajudar, confira uma lista de carreiras diferentes. Vamos falar sobre quais cursos deve fazer primeiro, salários de cada uma, e ainda como ingressar no mercado de trabalho. Confira!

Saiba mais sobre a faculdade de enfermagem.

Profissões na área da saúde

As profissões na área da saúde têm um dos mercados mais crescentes do país. Isso porque, a atuação deles envolve a população em todas as fases da vida, ainda mais com o aumento da expectativa de vida. Além da medicina, também inclui os cursos de enfermagem, farmácia, nutrição, psicologia, veterinária, etc.

Medicina

Essa é uma das profissões na área da saúde mais conhecida. A graduação é composta por 12 semestres, no mínimo. Ao final, o profissional poderá decidir qual especialização fazer, sendo mais 2 anos de residência médica.

O estudante de medicina deve realizar um estágio de regime internado, sendo 30% dentro do SUS, na atenção básica e no serviço de urgência e emergência. Os outros 70% divide entre clínica médica, cirurgia, ginecologia, obstetrícia, pediatria, saúde coletiva e saúde mental.

O profissional será capaz de diagnosticar doenças, prescrever medicamentos, acompanhar tratamentos e atuar na prevenção de enfermidades. Podendo atuar em postos de saúde, hospitais, clínicas, realizando exames, cirurgias e diagnósticos.

É uma das profissões mais disputadas nos vestibulares. O salário médio no Brasil ultrapassa os R$10 mil. Isso porque é uma profissão que possui uma enorme responsabilidade (de salvar vidas), e está sujeito a muito estresse e a ação de materiais tóxicos.

Enfermagem

Essa é uma das mais tradicionais profissões na área da saúde. O enfermeiro é aquele que está em contato direto com o paciente, cuidando e ministrando os remédios e tratamentos. Atua tanto no atendimento, quanto na recuperação das pessoas em hospitais, postos de saúde e serviços de atendimento a domicílio.

São necessários, no mínimo, 8 semestres de graduação. Formando profissionais atuantes na prevenção, promoção, proteção e restabelecimento da saúde de pacientes. Os tipos de formação pode ser bacharelado, tecnólogo, pós-graduando e técnico.

Nos semestres finais, o estudante também passa por um estágio obrigatório supervisionado em hospitais, ambulatórios, clínicas, rede básica de serviços de saúde e comunidades. O salário médio no Brasil passa de R$3 mil.

Para o mercado de trabalho, o profissional precisa estar inscrito no Conselho Regional de Enfermagem. Também é possível buscar uma especialização após a graduação. O estudante precisa ter paixão em cuidar de pessoas, saber se relacionar com empatia para exercer bem a função.

Farmácia

Os profissionais na área da saúde que escolhem farmácia fazem, em média, 10 semestres de graduação. O farmacêutico é responsável pelo controle da venda de medicamentos, diagnósticos laboratoriais e ajuda no desenvolvimento de novos remédios. Além de atuar com alimentos, cosméticos e reagentes químicos.

O salário médio no país passa dos R$3 mil, e para trabalhar na área é preciso ter um diploma de uma das instituições reconhecidas pelo MEC, e fazer o registro no Conselho Regional de Farmácia.

O profissional deve ser curioso e analítico. Além de observador e detalhista, para identificar padrões de comportamentos e desenvolver soluções.

Nutrição

Uma das profissões na área da saúde mais buscada é o curso de nutrição. O profissional é responsável por prescrever programas alimentares, ajudando na saúde e/ou a atingir um desejo, como emagrecer. Além de auxiliar na preparação de alimentos, focando nos nutrientes que o paciente precisa.

Pode atuar nas áreas de saúde pública, hospitais, escolas, clínicas, spas, empresas e administração de serviços de alimentação. São em média 4 anos de graduação, e o salário médio é de quase R$ 3 mil.

Para ingressar no mercado, além do diploma é necessário estar cadastrado no Conselho Regional de Nutrição.

Psicologia

A psicologia também é uma das profissões na área da saúde. O curso tem em média 5 anos de duração, e forma os estudantes para serem capazes de diagnosticar, prevenir e tratar doenças mentais, emocionais e de personalidade.

Analisando as atitudes, sentimentos e mecanismos mentais do paciente, o profissional é qualificado para ajudá-lo a identificar a causa desses problemas e tratá-los. Além de atuar em consultórios, podem trabalhar em empresas no setor de RH, em instituições de saúde e de assistência social.

O salário médio no Brasil é de R$2,8 mil. E para atuar no mercado de trabalho é preciso diploma e ser inscrito no Conselho Regional de Psicologia. 

Medicina Veterinária

Parte da medicina voltada para o tratamento de doenças em animais. Então, para ser um dos profissionais nessa carreira, é necessário amar os bichinhos. Para atuar nessa profissão, é preciso ter 12 semestres da graduação.

Assim como na medicina de seres humanos, essa é uma das profissões na área da saúde capaz de intervir em todos os assuntos relacionados à saúde animal. Também pode atuar na inspeção de produtos de origem animal, e em organizações de ensino e pesquisa.

O profissional graduado pode oferecer assistência clínica e cirúrgica em animais domésticos e silvestres, além de cuidar da alimentação e reprodução dos mesmos. Pode trabalhar em pet shops, lojas especializadas, indústrias de produtos de origem animal ou de medicamentos e produtos veterinários.

O salário médio atinge quase os R$3,5 mil. E também é preciso estar inscrito no Conselho Regional de Medicina Veterinária.

Essas são as principais profissões na área da saúde. Todas exigem uma certa aptidão para cuidar de outras pessoas (ou animais), além de terem inscrição nos Conselhos Regionais.

Continue acompanhando o blog para mais dicas!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here