O futuro da tecnologia e inovação odontológica

0
3
tecnologia odontológica
tecnologia odontológica

Como será a tecnologia odontológica no futuro? Durante décadas, ir ao dentista foi considerado uma experiência indesejável. Envolvia sentar-se sob uma luz forte e ter sua boca invadida por uma variedade de ferramentas. Embora a saúde bucal seja muito importante para a sua saúde geral e para ter um sorriso bonito, entre outros benefícios, muitas pessoas optam por evitar as consultas ao dentista por serem incômodas para elas.

Felizmente, os novos avanços tecnológicos estão tornando as idas ao dentista mais rápidas, fáceis, menos dolorosos e mais confiáveis. Devido a esses avanços, a indústria odontológica está crescendo rapidamente e parecendo muito diferente do que era nos últimos anos. Uma maior ênfase no tratamento e prevenção significará menos cáries nos pacientes e menos risco de doença periodontal. Semelhante à inovação em outras profissões da área de saúde, essas novas tecnologias terão um grande impacto sobre como os profissionais de odontologia tratam seus pacientes e como as pessoas cuidam de sua saúde bucal em casa.

Prótese dentária não será mais a mesma

Historicamente, a prótese dentária foi criada ao longo de um período de tempo e as pessoas que precisavam dela e tinham que fazer várias viagens ao dentista. Esse era um processo um tanto quanto árduo e muitas vezes exigia tentativa e erro para obter o ajuste perfeito.

Demorava semanas e várias visitas ao dentista para produzir e colocar um par de dentaduras. Agora, as próteses digitais oferecem um novo sistema para a criação de próteses com encaixe preciso em uma fração do tempo muito menor. O processo usa software, dispositivos e materiais avançados para criar próteses com facilidade. O design e a manufatura auxiliada por computador (CAD / CAM) é o que torna esse novo processo possível. Ele permite que dentistas e técnicos dentais fabricarem um novo par de próteses usando discos de material para fazer próteses. Um par completo de próteses pode ser fabricado em apenas algumas etapas.

Diagnóstico e tratamento de última geração

Os lasers estão sendo usados ​​tanto no diagnóstico quanto no tratamento. Os dentistas estão usando “lasers de tecido mole” para pequenas cirurgias na gengiva. No entanto, no futuro, eles podem entregar esses procedimentos aos computadores. Os “lasers de tecido duro” poderiam, em última instância, substituir as brocas dentais de alta velocidade, removendo a cárie dentária com a ajuda de pequenos espelhos controlados digitalmente. No entanto, o alto preço desses dispositivos terá que cair antes de serem amplamente usados.

Novos avanços estão criando “biomateriais” para preencher cavidades. Por exemplo, um projeto conjunto entre duas universidades criou um biomaterial sintético que poderia essencialmente permitir que uma cavidade se curasse, um desenvolvimento com o potencial de reduzir significativamente a deterioração dentária que leva a canais radiculares dolorosos e caros.

A detecção precoce do câncer de boca. A sexta forma mais letal de câncer, agora é possível. O dispositivo “VELscope” usa luzes azuis no estilo CSI para captar alterações de tecido que não podem ser vistas a olho nu, destacando problemas potenciais que podem exigir uma biópsia.

Uma visão mais futurística poderia incluir nano robôs. Algumas dessas máquinas microscópicas poderiam restaurar ou endireitar os dentes, aplicar anestesia durante a cirurgia oral, diagnosticar diabetes e outras doenças ou tratar câncer de boca. Outros poderiam combater bactérias com produtos como uma “pasta de dente vestível” feita de nanotubos de carbono antimicrobianos. Mas a pesquisa da nanotecnologia é complexa, e esses desenvolvimentos estão em um futuro distante, já que os testes clínicos em humanos seriam necessários para determinar a eficácia e a segurança.

Democratizando a assistência em meio a tecnologia odontológica

Alguns avanços da tecnologia odontológica, será possível fazer uma varredura inicial em casa ou em uma clínica de saúde comunitária por meio de um smartphone. Essas tecnologias democratizarão o atendimento odontológico, permitindo o diagnóstico rápido de problemas básicos para pessoas em qualquer lugar. Mesmo aquelas que moram em áreas remotas ou em locais onde há poucos dentistas.

Com o aparecimento dessas inovações tecnológicas, imagens básicas e outros diagnósticos não precisarão ser feitos por profissionais altamente treinados. Em breve, os tecnólogos se tornarão parte integrante da prática odontológica e os dentistas se concentrarão nos procedimentos complexos e difíceis que exigem sua especialização. Em última análise, isso deve reduzir os custos.

O futuro da odontologia parece muito diferente da prática de hoje: sem brocas, sem injeções, acesso mais fácil e menor tempo de tratamento. No geral, haverá uma maior ênfase na prevenção que se traduz em menos cáries e menos doença periodontal. As previsões são que a odontologia fornecerá cada vez mais sorrisos bonitos, brancos e saudáveis.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here