O fundo soberano da Rússia, que financiou o desenvolvimento da Sputnik V, está consultando advogados brasileiros para processar diretores da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que ainda não aprovou o uso do imunizante no país.

SINAL

A decisão de entrar com uma ação contra os integrantes da agência será tomada nos próximos dias. Há uma percepção, no entanto, de que os diretores avançaram o sinal, do ponto de vista jurídico, ao não apenas negar a permissão para a importação por ausência de documentos —mas também fazer considerações de que ela pode ser de alto risco para a humanidade.

É MENTIRA

O laboratório Gamaleya, que desenvolveu o imunizante, desmentiu as informações dadas pela Anvisa.

EM FRENTE

Os advogados já consultados disseram que há elementos para ação cível e também criminal por difamação do Gamaleya.

QUARENTENA

com BRUNO B. SORAGGI, BIANKA VIEIRA e VICTORIA AZEVEDO

Fonte folha.uol.com.br/equilibrioesaude

Recommended Posts