O elixir de inhame é uma solução feita utilizando o extrato do inhame, um tubérculo semelhante à batata, e que pode ser usado para desintoxicar o corpo, diminuir o colesterol ruim e reduzir a inflamação associada à doenças como síndrome do intestino irritável ou úlcera estomacal, por exemplo, por ter propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias e antibacterianas.

Além disso, por conter diosgenina na sua composição, uma substância que ajuda a controlar os hormônios femininos, o elixir de inhame pode ser usado para aliviar os sintomas da menopausa, sendo também utilizado popularmente para tratamento da infertilidade, pois ajuda a aumentar os níveis de estrógeno no corpo.

Apesar de ter muitos benefícios para a saúde, em 2006 a ANVISA proibiu a venda do elixir de inhame por conter álcool na sua fórmula, o que pode causar dependência, além de existirem poucos estudos que demonstrem a eficácia deste elixir para a saúde. 

Elixir de inhame: para que serve e como tomar

Para que serve

O elixir de inhame possui propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes, antibacterianas, antiespasmódicas, analgésicas e reguladora de hormônios femininos, podendo ser utilizada para auxiliar no tratamento de diversos problemas de saúde.

As principais indicações do elixir de inhame são:

  • Limpar o sangue, eliminando toxinas através do suor ou da urina;
  • Ajudar no tratamento da acne;
  • Melhorar a qualidade da pele;
  • Melhorar a memória e a função do cérebro;
  • Reduzir os sintomas da síndrome do intestino irritável ou de úlcera no estômago;
  • Aliviar os sintomas da menopausa;
  • Aliviar a cólica menstrual;
  • Reduzir a dor nas articulações causadas por reumatismo ou artrite;
  • Reduzir o colesterol ruim.

Além disso, algumas mulheres utilizam o elixir de inhame para estimular a gravidez, já que o elixir é rico em diosgenina e vitamina B6, que pode atuar regulando os níveis de estrógeno e progesterona e favorecendo a ovulação e aumentando a quantidade e a qualidade do muco cervical, importante para proteger o esperma do ambiente ácido da vagina e ajudar o espermatozoide a alcançar o útero durante o período fértil.

No entanto, a relação entre o uso do elixir de inhame e a gravidez ainda não é cientificamente comprovada, por isso, é recomendado consultar o ginecologista caso a mulher tenha dificuldade para engravidar para iniciar o tratamento mais adequado e aumentar as chances de engravidar. Veja algumas formas naturais para aumentar as chances de engravidar

É importante ressaltar que o elixir de inhame pode auxiliar no tratamento das doenças e não substitui o tratamento médico, além de não ter sua eficácia comprovada por estudos científicos, sendo por isso sua venda proibida pela ANVISA.

Como tomar

A forma de uso do elixir de inhame é por via oral, sendo recomendado consumir 1 colher de sopa na hora do almoço e outra na hora do jantar. A dose máxima do elixir de inhame é de 3 colheres de sopa por dia.

O uso do elixir de inhame não deve ser feito por mais de 3 meses e deve sempre ser acompanhado e orientado pelo médico para evitar o surgimento de efeitos colaterais.

Aprenda ainda como utilizar o inhame para preparar uma sopa desintoxicante.

Possíveis efeitos colaterais

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com elixir de inhame são náuseas, dor de estômago ou aumento do peso corporal. 

Quando utilizada em quantidades maiores do que as recomendadas, pode causar náuseas e vômitos.

Quem não deve usar

O elixir de inhame não deve ser usado por crianças com menos de 14 anos, mulheres grávidas ou em amamentação. 

Esse elixir também não deve ser usado por mulheres com câncer de mama, de útero ou de ovário, endometriose, fibrose uterina ou que utilizam pílulas anticoncepcionais orais, pois devido à ação do elixir de inhame nos hormônios femininos, pode reduzir a eficácia do anticoncepcional ou interferir no tratamento do câncer.

Além disso, por conter álcool, o uso do elixir de inhame não é recomendado para pessoas em tratamento de alcoolismo que fazem uso do remédio dissulfiram. 

Fonte tuasaude.com

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *