Alguma vez na vida, é muito provável que você já tenha ouvido falar sobre a tendinite, não é mesmo?

Dessa forma, esse problema relativamente comum entre as pessoas, principalmente os praticantes de exercícios físicos intensos ou de forma errada.

No entanto, por mais que seja um problema comum, muitas pessoas, e talvez até você não conhece ao certo o que ela é, como é gerada, ou se possui tratamento.

Portanto, nesse artigo, citaremos tudo a respeito da tendinite, mostrando tudo a respeito, e como ela pode atuar no seu corpo.

O que é a tendinite?

A tendinite é caracterizada por uma inflamação no tecido que une músculos e ossos, conhecido na medicina por tendão.

Desse modo, essa inflamação no tendão causa inchaço e como consequência surge a dor e fraqueza muscular.

Essa dor da tendinite é sempre localizada, mas pode irradiar pela região em torno do tendão do foco da inflamação.

Por exemplo, um problema muito comum, é a tendinite no ombro, que consequentemente causa dor no ombro e pode afetar todo o movimento do braço.

Portanto, é um problema que acaba atingindo um certo grupo de pessoas, e que você pode presenciar, principalmente, ao praticar exercícios físicos intensos, ou de forma errada.

Sintomas de tendinite

Descobrir o problema de tendinite logo no início torna o processo de tratamento bem mais simples.

Sendo assim, quando você fica atento os sintomas, é possível evitar que a dor e inflamação aumente, e venha atrapalhar ainda mais o movimento do membro.

Portanto, para entender melhor os sintomas, confira alguns dos sinais que podem indicar um possível início desse problema:

  • Dor focal no ponto da inflamação, essa dor pode piorar com o movimento e com o toque na região;
  • Queimação que inicia no foco da dor e alastra pela região em volta;
  • Formigamento na região;
  • Fraqueza muscular;
  • Inchaço em torno do tendão inflamado;
  • Dificuldade de realizar movimentos mais simples.

Principais locais que pode ter tendinite

Como citamos anteriormente, essa inflamação, na maioria das vezes é localizada, onde partes especificas do corpo acabam resultando nesse problema.

Desse modo, para você entender melhor, confira os principais locais em que a tendinite pode atingir:

Ombro

É também conhecida como ombro de tenista, pois atinge grande parte dos atletas que praticam tênis, vôlei, golfe, natação e basquete.

O principal sintoma deste tipo de tendinite é uma dor no ombro intensa e que impossibilita a movimentação do braço.

Na maioria das vezes, pode ser necessário que você acabe procurado um médico especialista em ombro para resolver esses casos.

Pulso

A tendinite no pulso é caracterizada pelo formigamento, dor e rigidez do punho, impedindo, assim, a movimentação da mão.

Normalmente ela surge em pessoas que praticam atividades repetitivas, como pintar, escrever ou digitar durante todo o dia.

Polegar

Como o próprio nome já diz, essa tendinite afeta o tendão que liga o polegar ao pulso.

A dor começa no pulso e irradia por toda a mão e braço, impedindo os movimentos mais simples. Uma das principais causas é o esforço repetitivo.

Joelho

Essa tendinite também é chamada de tendinite patelar, pois atinge o tendão da patela.

Nesse sentido, normalmente ela atinge pessoas com sobrepeso e obesidade, justamente pelo excesso de peso que causa sobrecarga nos joelhos.

Além disso, em casos graves de inflamação pode ser necessário até realizar uma cirurgia.

Calcanhar

Essa tendinite afeta o tendão que liga a panturrilha ao calcanhar. Por isso também é conhecida como tendinite de Aquiles.

A dor pode ser sentida nos movimentos mais simples, como se levantar ou andar.

Diagnóstico da tendinite

O diagnóstico de tendinite acontece em duas fases, a primeira com a avaliação médica de todos os sintomas relatados.

O médico realiza exames físicos e testes para conhecer a gravidade do caso. Isso ocorre no próprio consultório médico.

A segunda etapa é com exames de imagem, como a ultrassonografia, por exemplo.

Desse modo, os exames de imagem não são imprescindíveis para o diagnóstico, eles são usados para visualizar a região afetada e o tamanho da inflamação.

Tratamento para tendinite

De acordo com o próprio Ministério da Saúde, o primeiro passo do tratamento da tendinite é o repouso do tendão inflamado.

Além disso, imobilizar a região pode ser uma excelente opção e pode ajudar a reduzir a dor e inchaço, sem contar que colabora para o tratamento ser mais rápido.

Por conseguinte, a fisioterapia também ajuda não apenas a aliviar a dor, mas também fortalece o músculo e melhora a mobilidade da articulação.

Sem contar também, que em todos os casos o uso de anti-inflamatórios é indicado para controlar a inflamação do tendão e assim aliviar a dor.

Portanto, o principal tratamento vai depender do seu caso, mas na maioria das vezes são indicadas essas opções.

Considerações finais

Infelizmente, a tendinite é um problema que pode atingir qualquer pessoa a qualquer momento.

Desse modo, só aumenta ainda mais a importância de sempre estar acompanhado de um profissional, principalmente em atividades físicas, para evitar que você venha a ter esse tipo de problema.

Cuide-se!

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *