Cirurgiões plásticos são especialistas em apenas um procedimento?

Todas as relações humanas, para serem saudáveis, devem ser baseadas na confiança. Sejam essas relações de amor, amizade ou trabalho. Neste sentido, ter uma confiança fortalecida com seu médico pode trazer benefícios para si próprio no que diz respeito aos melhores procedimentos para seu corpo, seja para tratamento de alguma doença, seja para procedimentos estéticos.

Por isso, hoje vamos explicar como os cirurgiões plásticos se especializam e se eles podem obter várias especialidades para seus currículos. Isso te ajudará a escolher um bom profissional entre tantos cirurgiões plásticos e saber se ele pode ter sua confiança.

A carreira

Antes de tudo, é preciso lembrar que cirurgiões plásticos são médicos. Isto significa que eles têm uma formação acadêmica em medicina, tendo passado, em período integral muitas vezes, seis trabalhosos anos. Mas engana-se quem acredita que termina por aí. Para concluir o curso é preciso praticar a especialidade escolhida (residência médica) ou unir teoria e prática numa pós-graduação.

A cirurgia plástica é uma das especialidades em medicina, tal qual a cardiologia ou a urologia. Cirurgiões plásticos costumam dedicar, em média, até 11 anos ao estudo de especialização antes de exercer a profissão.

A especialidade

Tal como nós escolhemos uma carreira ou um esporte e atividade física para praticar, os cirurgiões plásticos escolhem suas especialidades de acordo com suas habilidades e interesses. Dando continuidade ao seu preparo e aperfeiçoamento, os cirurgiões plásticos irão fazer cursos e práticas para aprimorar seus conhecimentos.

Entre várias especialidades, ele pode optar por:

  • Rinoplastia: voltada para correções nas narinas;
  • Mamoplastia: diz respeito a cirurgias de aumento ou diminuição das mamas;
  • Lipoaspiração: para extração de gordura;
  • Mentoplastia: harmonização facial entre nariz e queixo;
  • Otoplastia: melhoramento da aparência das orelhas.

Os cirurgiões plásticos podem focar em uma única especialidade e assim se tornar uma autoridade naquele procedimento específico. Ou ainda, os cirurgiões plásticos podem possuir várias especialidades de acordo com seus interesses, estudos e práticas.

Como escolher

Entre tantos cirurgiões plásticos, é preciso saber em qual você pode, profissionalmente, confiar. O primeiríssimo passo é verificar se o nome do profissional escolhido se encontra no site da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e da Associação Médica Brasileira. Ter seu nome na SBCP, por exemplo, já indica que o profissional passou por uma peneira de qualidade muito rigorosa, sendo, com certeza, um profissional qualificado.

Trocar experiências e impressões com outros pacientes também ajuda na hora de escolher um dos cirurgiões plásticos do mercado. Saber como outros pacientes se sentiram e o nível de confiança que eles desenvolveram com aquele profissional, lhe será um ótimo radar.

Médico Esteticista x Cirurgiões Plásticos

É importante ter em mente que um médico esteticista não é um cirurgião plástico. A medicina estética é um curso de pós-graduação de dois anos que não dá autorização, segundo a Resolução do CFM nº2.116/2015, para que o esteticista realize cirurgias plásticas. Um esteticista está apto a realizar procedimentos que não exigem incisões, isto é, que não sejam invasivos, tais como:

  • Aplicação de toxina botulínica: amenização de rugas e linhas de expressão;
  • Luz pulsada: remove manchas na pele;
  • Peeling: clareamento de manchas e amenização de rugas.

Esses procedimentos estão mais voltados para tratamentos de manchas na pele, cicatrizes, celulites e estrias, envelhecimento precoce etc. Ou seja, procedimentos “externos”, que não precisem de intervenção cirúrgica.

Portanto, se seu objetivo é fazer procedimentos externos e superficiais, um esteticista poderá lhe auxiliar nesta necessidade. Contudo, quando seu objetivo é buscar cirurgiões plásticos para procedimentos internos, mais específicos e delicados, busque analisar alguns fatores de segurança: currículo, referência, hospital de atuação.

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *