UMIDIFICADOR DE AR BARATO

UMIDIFICADOR DE AR BARATO

Neste artigo vamos mostrar alguns modelos de umidificador de ar barato que você pode comprar na Internet com mais vantagens do que nas lojas já que nos meses mais secos do ano os umidificadores de ambiente costumam faltar e ficam mais caros.

Isso ocorre porque as vendas de umidificadores no Brasil chegam a aumentar 60% em relação ao ano passado. Com isso fica cada vez mais difícil encontrar os modelos de umidificadores mais baratos. Os modelos mais simples e populares são os primeiros a acabar nas lojas e com isto a solução é comprar pela Internet.

Todo investimento feito para a compra de um bom umidificador de ar vale a pena. O dinheiro que você vai tentar economizar não comprando o umidificador vai acabar gastando depois com consultas médicas e remédios principalmente se você tem crianças e idosos morando na sua casa.

Os preços dos umidificadores variam muito, podem custar R$ 130 ou até R$ 600. O fato é que com R$ 200,00 você já tem condições de comprar um ótimo umidificador. A vantagem do umidificador das lojas em relação aos umidificadores caseiros é que rapidamente eles conseguem produzir uma coluna de vapor d’agua que eleva a umidade do ar em até 40% ou mais. Automaticamente você já vai sentir um conforto respiratório.

Os umidificadores ultra sônicos quebram a molécula de água por um processo vibratório gerando grande quantidade de vapor de água. O ruim dos modelos mais baratos e mais simples é que normalmente não possuem nenhum recurso adicional, apenas possuem o botão de ligar e desligar. O ideal é procurar um umidificador barato mas que possua um bom controle de umidade. Veja se o umidificador que você pretende comprar tem capacidade de umidificar sem precisar colocar mais água por no mínimo a mesma quantidade de horas que tem a duração do seu sono.

Pela Internet é possível comprar umidificadores de ar mais baratos que na maioria das lojas do Brasil. É justamente nos meses onde a umidade relativa do ar está mais baixa nos principais estados do país que começa a faltar umidificadores nas lojas especializadas. O problema é que muitas vezes o comerciante acaba elevando os preços para aproveitar a falta do produto.

Com isto comprar umidificador de ar na Internet acaba sendo mais barato mesmo quando temos que pagar os custos do frete. Quem tem algum tempo para pesquisar pode aproveitar algumas promoções que sempre são lançadas pelas principais lojas de eletroeletrônicos da Internet onde são oferecidos FRETE GRÁTIS para todo Brasil. Como o preço médio de um bom umidificador de ambientes fica em torno de R$ 150,00 é fácil encontrar lojas que oferecem frete grátis para compras acima de R$ 99,00.

Outra grande vantagem de se comprar o umidificador pela Internet é a facilidade de pagamento. Hoje em dia quase todas as lojas oferecem parcelamento em 3 vezes sem juros ou até mais que isto, dependendo do valor da sua compra. Minha sugestão é que você  informe para seus familiares que vai comprar um umidificador de ar pela Internet. Com isto você pode juntar outros amigos e parentes para fazer a compra ao mesmo tempo. Isso será vantajoso porque o frete será rateado e ficará mais barato. O valor da compra será maior e com isso você terá mais possibilidade de encontrar lojas que oferecem frete grátis. Um valor maior também permite uma quantidade maior de parcelas sem juros.

Normalmente um umidificador só é suficiente para umidificar um único ambiente da sua casa. Estes umidificadores de pequeno porte e portáteis não conseguem umidificar o ar de toda casa. Por isto, para cada cômodo é importante comprar um umidificador de ambiente exclusivo.

08 benefícios que a fisioterapia pode trazer

fisioterapia

Ao contrário do que muitos pensam, a prática da fisioterapia não se limita apenas a recuperação de lesões, indo do curativo ao preventivo. Os exercícios ditados pelo fisioterapeuta abrangem também a preparação física devida. Contudo, a análise e o diagnóstico de um profissional são indispensáveis, assim como os exames e as intervenções solicitadas. As sessões de fisioterapia são estabelecidas de acordo com as metas estabelecidas pelo fisioterapeuta, que dependem da ação conjunta do profissional e do paciente. Veja agora os 08 benefícios que os exercícios fisioterapêuticos podem trazer para o nosso corpo.

1. Melhora da postura corporal

As sessões de fisioterapia são capazes de alterar erros na postura levando em conta a maioria dos casos. A coluna vertebral possui a tendência de moldar o corpo de acordo com a forma que a pessoa realiza as suas atividades rotineiras. Para quem possui maus hábitos relacionados a eletrodomésticos, a fisioterapia pode atuar na prevenção de danos maiores, como distorções musculares, e no retorno da posição ideal.

As correções da postura são alcançadas gradualmente, com o auxilio do fisioterapeuta, e analisadas novamente para que haja um acompanhamento e se evite dores na região lombar ou cervical da coluna. O profissional fisioterapeuta é o mais recomendado para o tratamento da postura corporal, já que atua na execução de posições que forcem músculos e ossos, levando a uma sensação de bem-estar e a prevenção de lesões.

2. Redução de dores osteomusculares

Certas pessoas desenvolvem dores crônicas que se originam nas articulações ou por disfunções, se originando de quedas e de acidentes de maior gravidade. As sessões de fisioterapia são fundamentais para o prognóstico favorável. As dores crônicas levam uma inflamação as inflamações nos músculos, logo, apenas analgésicos e anti-inflamatórios são insuficientes para reverter o estado clínico.

A fisioterapia traumato-ortopédica levara a redução da dor e da eliminação do processo inflamatório, além de que otimiza a força dos músculos e auxilia em sua recuperação gradativa, ajudando na volta da pessoa a ativa.

3. Melhora do condicionamento físico

Através da fisioterapia esportiva, os especialistas realizam a avaliação paciente quanto à capacidade de estabelecer intervenções para a prevenção, recapacitação ou melhoria do condicionamento físico.

A prevenção de lesões tem em vista atletas de alto rendimento que precisam de cuidados particulares e cumprir a agenda e rotina física constituída por seus preparadores, a recapacitação recupera a normalidade do desempenho físico perdido por algum incidente, já a melhoria do condicionamento físico tem em vista o relaxamento do corpo em intervalos de treinos e competições.

4. Perda de peso e redução de gordura localizada

A fisioterapia também pode ajudar no processo de emagrecimento. A fisioterapia dermato-funcional, possui como o objetivo reduzir as medidas do corpo, as gorduras localizadas, melhorar a estética da pele e assim, o corpo que o paciente almeja.

Desse modo, as interferências podem ser a injeção da toxina botulínica para que possa ser alcançada também a diminuição das rugas, além de massagens no rosto para diminuir a elasticidade, entre outras metodologias. Aparelhos que reduzem a percepção das celulites, eliminam gordura por congelamento também são usados. Antes de optar pela fisioterapia na intenção de perder peso, procure por uma avaliação médica, a prática de exercícios físicos, juntamente com uma alimentação mais saudável pode ser a melhor escolha.

5. Ajuda no tratamento de transtornos respiratórios

Outra vertente da fisioterapia é a fisioterapia respiratória, que é essencial para que o paciente tenha a recuperação de seu estado clínico. São realizadas operações não invasivas que ajudam na remoção de secreções que atrapalham a respiração.

As técnicas usadas na sessão de fisioterapia são capazes de auxiliar pacientes de todas as idades no tratamento de transtornos respiratórios, melhorando o funcionamento do pulmão e controlando a troca de oxigênio. A atuação dos fisioterapeutas nessa divisão visa a remoção das secreções brônquicas aglomeradas, otimizando o desempenho físico e na redução do período de internação.

6. Ação preventiva a lesões advindas do envelhecimento

Por meio do envelhecimento, a força óssea se perde; influenciada pela disfunção hormonal e pela falta de mobilidade. Os pacientes, com o avançar da idade, diminuem sua vida ativa e os músculos vão perdendo suas funções.

Nesse caso, fisioterapeutas geriátricos ajudam na retomada da prática de atividade física dos idosos, dependo de seu condicionamento clínico. As sessões dessa modalidade podem ser realizadas nas clínicas ou em casa, havendo a locomoção do profissional.

As principais atuações possuem envolvimento com a volta da postura correta, o fortalecimento muscular, redução de sintomas de cansaço e dores localizadas, assim como abrange a melhora das funções neurológicas e da coordenação motora.

7. Recuperação neurológica de pacientes

Pacientes que sofreram traumatismos cranianos, estão em estado de cama ou possuem alguma doença neurodegenerativa são capazes de acolher benefícios a sua saúde neurológica através de exercícios fisioterapêuticos.

A fisioterapia neuro-funcional procura tratar e recuperar a situação neurológica do paciente. Os danos cerebrais podem acarretar problemas na locomoção, problemas quanto ao equilíbrio do corpo e mudanças nos processos realizados nas articulações. Dependendo do estado em que o paciente se encontra, deve se haver a colaboração entre o fisioterapeuta e o neurologista.

8. Nova inserção do paciente oncológico

Os remédios quimioterápicos possuem fortes reações no organismo, podendo levar a fraqueza, perda de peso, de massa magra, e dores intensas nas articulações. Depois do câncer ser controlado, e levando em consideração o estado do paciente, a adesão de exercícios fisioterapêuticos é de grande relevância para que os movimentos possam ser conservados, desenvolvidos ou renovados. O processo da prática da fisioterapia objetiva a volta do paciente as atividades do dia-a-dia, proporcionando também uma melhor qualidade de vida em meio a tantas consultas e cuidados médicos.

Os benefícios da fisioterapia vão muito além dos citados, uma vez que essa área de atuação possui varias especialidades, fazendo com que suas regalias sejam difíceis de serem generalizadas. Logo, a busca por um fisioterapeuta é recomendada em casos gerais, uma vez que as sessões são capazes de focarem em várias regiões do corpo. As sessões de fisioterapia só promovem vantagens a nossa saúde e ajuda na estabilização de um melhor estilo de vida. Caso esteja em dúvida quando a adesão da prática, consulte um fisioterapeuta e esclareça suas dúvidas.

Conheça os 5 principais danos que o cigarro pode causar em seu dente

O uso do cigarro pode acarretar diversos problemas para a saúde de uma pessoa, inclusive para o seu dente

Além de causar diversas doenças pulmonares e deficiências respiratórias, todo o restante do nosso corpo pode ser afetado devido ao tabagismo. 

A saúde bucal, por exemplo, é uma das partes mais prejudicadas. Afinal, o cigarro é colocado justamente na boca, alterando suas propriedades e proteção, seja na dentição ou em casos de pessoas que já usam ou procuram por quanto custa um implante dentario.

Continue lendo este artigo e descubra quais são os 5 principais danos para sua saúde bucal causados pelo cigarro! 

  1. Periodontite

A doença periodontal consiste em uma infecção na gengiva que toma proporções tão grandes que atinge os ossos dos dentes e do maxilar.

Um dos principais motivos do surgimento desta infecção é o acúmulo de resíduos de alimentos entre os dentes. 

Entretanto, os dentistas revelam que fumantes possuem mais risco de desenvolver esta doença. 

Isso porque o tabagismo pode fazer com que haja a queda da imunidade e, consequentemente, o corpo não consegue agir contra as bactérias que causam a periodontite. 

Além disso, é preciso ter um acompanhamento com um odontologista, pois caso depois do tratamento seja preciso ter uma consulta de orçamento para implante dentario preco medio, o profissional terá que estudar métodos para acelerar a cicatrização. 

Afinal, pessoas fumantes também costumam ter uma recuperação mais demorada do que as outras pessoas. 

  1. Alteração de paladar

O tabaco pode afetar seriamente o prazer de se alimentar. 

Imagine a sua comida favorita. É provável que você consiga sentir o aroma e até mesmo o sabor só de lembrar, não é mesmo?

Infelizmente, pessoas fumantes tendem a ter uma queda nos sentidos, como o olfato e o paladar. 

Isso pode fazer com que você deixe de diferenciar o sabor dos alimentos e até mesmo, sinta os seus aromas favoritos. 

Por isso, é importante recorrer a um médico urgentemente caso sinais como esses comecem a aparecer. 

  1. Câncer bucal

De acordo com a Universidade da Califórnia, 8 a cada 10 pessoas que sofrem de câncer bucal são fumantes. 

Isso acontece devido às substâncias químicas que o tabaco possui e, de acordo com a frequência, toda a cavidade bucal pode ser afetada. 

Portanto, fique atento(a) para o surgimento de sintomas como: 

  • Ferida na boca que não cicatriza;
  • Dor na boca que não desaparece;
  • Dificuldade em engolir
  • Caroço ou inchaço na bochecha.

Ao aparecimento de algum deles, procure um odontologista imediatamente. Afinal, mesmo que não seja um câncer, é preciso realizar algum tratamento para aliviar o desconforto e identificar o causador do problema.

Mau hálito e amarelamento

Além de gerar problemas físicos, o cigarro também é um forte vilão contra a estética de sua arcada dentária. 

A maior parte dos fumantes acabam sofrendo com dentes amarelados e escuros. Esse escurecimento acontece devido a nicotina e o alcatrão. 

Isso porque, com o tempo, as substâncias vão se acumulando na superfície dos dentes e mesmo com o clareamento, o dente dificilmente voltará a ser o mesmo. 

Não é atoa que procedimentos como a lente de contato dente são frequentemente pesquisados, pois esta é uma ótima maneira de restaurar os dentes prejudicados. 

Além disso, são estes pigmentos que podem causar o mau hálito e mesmo tendo uma boa escovação, se a pessoa não parar de fumar, dificilmente o cheiro irá desaparecer.

Considerações finais

Sabemos que as substâncias do cigarro podem causar dependência e não é uma tarefa fácil deixar de fumar. 

Todavia, esse é um dos principais pontapés para ter uma boa saúde bucal. 

Hoje é possível procurar auxílio em diversos grupos de apoio. Além disso, ao conversar com um dentista é possível receber dicas de como se livrar desse vício. 

Assim, todos os tratamentos serão mais eficientes, como a aplicação de lente de contato de dente

É importante ressaltar que, todas essas informações cedidas são para que você se informe a respeito dos principais riscos que o tabagismo pode causar. 

Entretanto, nada substitui a avaliação presencial dentro de um consultório de odontologia. Por isso, não deixe de visitar regularmente o seu dentista. 

Vale ressaltar que, os cuidados básicos como escovar os dentes logo após as refeições e o uso do fio dental diariamente pode fazer com que os riscos de ter complicações como as que citamos anteriormente sejam menores. 

Conteúdo produzido por Dayane Goes, redatora na empresa Vue Odonto

Anemia: causas, tipos e prevenção

Anemia

A anemia é definida pela incidência da hemoglobina do sangue está abaixo do nível considerado normal pela medicina. Pode ser motivada pela ausência de nutrientes considerados fundamentais pelo organismo, e não possui restrição de infectados.  Entretanto, crianças e mulheres grávidas ou em período de amamentação.

Assim como tratamentos e procedimentos estéticos, como o implante dentário, necessitam de um reconhecimento da área para serem executados, saiba a seguir quais fatores levam a anemia e como se policiar contra essa complicação:

Anemia e a falta de vitamina

O ferro é uma vitamina que auxilia no processo de sintetização dos glóbulos vermelhos da corrente sanguínea, além de ajuda na locomoção do transporte de oxigênio e na sua chegada a todas as células do corpo. É através da ausência do consumo de alimentos com ferro e nutrientes essenciais para o sangue, que a anemia se desenvolve, contribuindo com que o oxigênio não chegue a todos os lugares necessários que ocorre pela falta de hemoglobina suficiente.

Na maioria dos casos a anemia se desenvolve pela falta do ferro no organismo, porém, não é apenas a sua carência que a influencia, podendo ser a falta de proteínas, da vitamina B12 ou de ácido fólico (B9).

Quais são os tipos de anemia?

A anemia possui 4 definições, são elas crônica, aguda, hereditária e adquirida. As anemias crônicas são causadas pela doença de base, algumas genéticas e outras que foram adquiridas, como é o caso da falta de nutrientes.

Esse tipo de anemia quando desencadeado na gestação pode ser motivado pela carência de ferro (anemia ferropriva) ou de ácido fólico. As agudas estão relacionadas a perda de sangue que geralmente é devida a cirurgias e acidentes.

Principais causas

Baixos níveis de ferro

O ferro é um dos nutrientes essenciais para a nossa saúde e atua na concepção da hemoglobina, a proteína que compõe cerca de 30% de cada glóbulo vermelho. Devido ao baixo nível de ferro, a medula óssea não atua na sintetização de hemoglobinas da maneira ideal, fazendo com que se desenvolva a anemia.

Com isso, é necessário ressaltar a importância de consumir alimentos que contenham ferro em sua composição. Pessoas adeptas de uma dieta vegetariana podem encontrar esse nutriente em certas leguminosas, verduras de folhas escuras e frutas, mesmo que em quantidade reduzida.

Fatores hereditários

A anemia hereditária ou falciforme, se remete as mutações genéticas que envolvem a fabricação das hemácias. Essas mudanças podem se ocasionar na membrana responsável por esse processo, ou nas substâncias existentes em seu interior, como as proteínas e hemoglobinas.

Portanto, sabendo disso, procure uma alimentação rica em nutrientes e vitaminas, é somente através do cuidado com a sua dieta que essa problemática será evitada. Para gerir e suprir a necessidade que seu organismo possui por essas substâncias de forma certeira, consulte um nutricionista. E caso você esteja com sintomas que se assemelhem aos da anemia, procure já por um acompanhamento médico, atrelado a reeducação alimentar necessária.